Atlas (Letra) – Atentado Napalm

PUBLICIDADE



LETRA
Atlas – Atentado Napalm

Chego swingado tipo Rincon
Eu tô mais focado que uma Nikon
Coração gelado, já tô acostumado madrugada aqui é tipo um freezer Kibon
Onde a rua cobra mais que pyton
Ninguém te passa pano “pega a Vison”
É o fio da navalha que tá desencapado pronto pra deixar em choque até o Bison
Levada elevada confira ela é made in
Brasil,quero sangue e evito igual Blade
Fonte do saber é importante ter sede
Pra que nossos bens não sejam só Mercedes
Aquele flow que mata já tá, numa nova ata pra tá
Percorrendo o mapa mundi, com a cena local nas costas, Napalm é o Atlas
Tipo Sain no Rap game dei “Start”
De onde vim puxar o R faz parte
Da terra de Leandro e Leonardo, bolado
Colando no seu show só pra te jogar tomate
Alegar que há inveja é tão comum,
Só que hoje não,calma, eu explico esse fato
Sou fã número um,
E como cê ostenta eu faço isso pra engordar o seu extrato, vai!

PUBLICIDADE

Daqui de cima nós honramos a nossa cidade
E nem os Deuses enxergamos com rivalidade
Pegar meu nível é impossível sem habilidade
Da lírica sagrada da santíssima trindade

Não ter método é o método eu adoto
Por ser politizado é que não eu voto
Hoje ser reconhecido pra mim é prêmio da loto
Além de sorte eu me arrisquei e me joguei na fé que eu boto (“napalm”!)
Pra ficar despreocupado
O que?
Nunca mais andei de moto
Se eu tiver desocupado
(Ae!) nunca vou negar uma foto (Skr!)
Sem cabelo eu tô no foco, deixo o gelo pro meu copo
Parece codeína, é só água de torneira
Não cheiro cocaína, a canabis já me anima
Viciado em cafeína e que se foda minhas olheiras
Vou dar um papo de visão:
Como você se sente vendo um gordo em ascensão?
Não bebo Herba Life, no máximo cerva ice
Depois de uma erva nice eu libero a tensão
Pagando minhas “comanda” sem comandante
No comando do meu barco ninguém vai tocar no manche
Naveguei no mar de fogo do inferno de Dante
Roubando a cena pra montar o meu desmanche
Eu plano igual um pelicano (Yeah!)
Com a fúria de um falcão (Gigante)
Pra acordar você do sonho geral fica beliscando
Geralmente quem sufoca finge que te dá uma mão
Por Deus já foi escrito, mas sou o redator da minha empresa (Amém!)
Que nem judeu fico rico, um novo Mercador de Veneza
Vesti tanto a camisa no corre, suando pela minha caneta (Yeah!)
Que hoje tem frase que ela frisa igual Froid, estampando camisetas

Daqui de cima nós honramos a nossa cidade
E nem os Deuses enxergamos com rivalidade
Pegar meu nível é impossível sem habilidade
Da lírica sagrada da santíssima trindade

Não sou o campeão de todas as batalhas
Mas olha eu aqui de novo como Deadpool
A muito tempo estou em outra gravidade
Vocês tão criando azas com wisky e Redbull
Mais uma vez o que eu fiz é inédito
Porque tudo que você Visa é crédito
Eu sou do tipo que lutou se dedico
Mas quem tem o que você precisa é o médico
Entenda esse sentimento
De defender meu sonho sem o Sendman
De levar meu RAP até seu entendimento
E poder passar a bola sem impedimento
Nego assisti Matrix, doc no Netflix
Olha pra fora e diz ter decodificado
Não seja fraco e se limite a interpretar o mundo
Saiba que você tem a força pra modifica-lo
(Hã!) A vida me foi concedida através de um sopro,
Num sussurro do gemido no ato de um coito
Sou parte dessa atmosfera, sou filho da Terra
Tudo que nasce da terra cresce em direção ao topo
Sucesso e sobreviver como um Dead Fish
Se atrasar a minha vez mano eu te mutilo
Vago sem rumo e RG sou Jack Reacher
E falta muito para ser meu ultimo tiro!
Olha pra fora e diz ter decodificado
Não seja fraco e se limite a interpretar o mundo
Saiba que você tem a força pra modifica-lo
(Hã!) A vida me foi concedida através de um sopro,
Num sussurro do gemido no ato de um coito
Sou parte dessa atmosfera, sou filho da Terra
Tudo que nasce da terra cresce em direção ao topo
Sucesso e sobreviver como um Dead Fish
Se atrasar a minha vez mano eu te mutilo
Vago sem rumo e RG sou Jack Reacher
E falta muito para ser meu ultimo tiro!

Atlas – Atentado Napalm