Champions League (Letra) – Choice

Letra
Champions League – Choice

Diretamente da favela do Atalaia
Pro mundo, yeah, yeah (nove, nove)
Nove vidas, vivo tipo um gato (nove vidas)
Inegável, minha ascensão é fato (inegável)
Nunca vão me ver nessa neblina
Autoestima não é perfume barato (não, não é)
Taco o foda-se e taco fogo
Me chamam de praga, vivo tipo um rasta (um rastafári)
Meu caderno é segredo de estado
E, o que tá guardado, se eu rimar devasta (se eu rimar devasta)
Vejo os inimigos assustados
Como se a minha rima fosse a Creepypasta (minha Creepypasta)
Tipo vírus, minha rima se alastra
Eu pretendo um dia fazer show no Alaska (um show no Alaska)
Rezo que assim todo o mal se afasta (o mal se afasta)
Me perguntam: Quanto você gasta? (Quanto eu gasto)
Ninguém ama, mano, ninguém gosta
Se eu falir agora, vão virar de costas
Continuo recebendo mil propostas
Mas minhas perguntas seguem sem respostas (sem respostas)
Minha noiva faz uma proposta
Foca no dinheiro e ignora os bosta (ignora os bosta)
Vejo a grana bater na minha porta
Tu não vive isso, vive um par de contas
Sua vida é uma piada pronta
Me desculpa, sua inveja não me afronta
Fácil demais de dizer (fácil demais)
Que é ostentação o meu lazer
Se não viram na luta, não há o que fazer
Mas falta muito pro bonde alcançar
Falta muito pro bonde se cansar
Mano, eu não aguento ouvir eles dizerem
Tu tá comprando o mundo inteiro (o mundo é seu)
O Banco Central tá me devendo em euro (rebobina)

Eu no campo é UEFA Champions League
Mano, eu não aguento ouvir eles dizerem
Tu tá comprando o mundo inteiro (skrr skrr)
O Banco Central tá te devendo em euro (skrr)
Euro, euro, euro, dólar, dólar, dólar
Ouro, ouro, ouro, dab, dab (dab, dab)
Roubo a cena e ninguém percebe

O rei misturado no meio da black (no meio da black)
Inimigos tipo debilóides
Eu naturalmente sou o dab lord (dab)
Black Sabbath, Paranoid (Paranoid)
Paranoia igual Platão e Freud
É o barulho do pneu (skrr)
Abandonado no breu (breu)
Quando eu já não imaginava e nem acreditava
Jesus me olhou e desceu (Jesus)
Olhou dentro dos meus olhos e disse
Filho, não desiste, a sua hora é agora
Descartáveis você joga fora
Nem olha pra eles, filho, tu é Meu (filho, tu é Meu)
E hoje é fácil demais de dizer
Que é ostentação o meu lazer
Se não viram na luta, não há o que fazer (não!)
Mas falta muito pro bonde alcançar
Falta muito pro bonde se cansar
Mano, eu não aguento ouvir eles dizerem
Tu tá comprando o mundo inteiro (skrr skrr)
O Banco Central tá te devendo em euro (skrr)
Euro, euro, euro, dólar, dólar, dólar
Ouro, ouro, ouro, dab, dab (dab, dab)
Roubo a cena e ninguém percebe
O rei misturado no meio da black (no meio da black)
Quebrei o Protocolo de Kiev (de Kiev)
Eu sei que minha vida pode ser breck (vai ser breck)
Por isso tenho dinheiro na reserva (na reserva)
Que assim meu futuro se conserva
Mano, eu bato igual Van Damme, essa vida é um tatame
Treine, treine, treine, treine, treine, não reclame