Turbulência (Letra) – Gabi Martins part Nego do Borel




LETRA
Turbulência – Gabi Martins part Nego do Borel

Oh quem apareceu
Achou que era o professor
Mas na hora H tremeu

Beija eu
Me perdeu
Prova eu
Isso já deu

Confessa tava com saudades
Do meu beijo da minha pegada, eu não sei
Deixa de marra só porque sabe
Que adoro essa cara de brava então vem

Baixa a bola
Vai com calma
Quer de volta
Sofre, chora
Me viu linda na balada
Se arrependeu, sabe que perdeu

Na sua mente
Sou turbulência
Mente que não tá carente
Que não quer a gente
De novo de novo, agora sofre um pouco

Na sua mente
Sou turbulência
Mente que não tá carente
Que não quer a gente de novo de novo
Apaga a luz e taca fogo

PUBLICIDADE

Hoje vai ser só caridade
Você pira na minha malandragem
Vou fazer esse favorzinho pra você
Tá querendo tá louquinha pra eu te dar prazer

Oh quem apareceu
Achou que era o professor
Mas na hora H tremeu

Beija eu
Me perdeu
Prova eu
Isso já deu

Confessa tava com saudades
Do meu beijo da minha pegada, eu não sei
Deixa de marra só porque sabe
Que adoro essa cara de brava então vem

Baixa a bola
Vai com calma
Quer de volta
Sofre, chora
Me viu linda na balada
Se arrependeu, sabe que perdeu

Na sua mente
Sou turbulência
Mente que não tá carente
Que não quer a gente
De novo de novo, agora sofre um pouco

Na sua mente
Sou turbulência
Mente que não tá carente
Que não quer a gente de novo de novo
Apaga a luz e taca fogo

Hoje vai ser só caridade
Você pira na minha malandragem
Vou fazer esse favorzinho pra você
Tá querendo tá louquinha pra eu te dar prazer

Turbulência – Gabi Martins part Nego do Borel