Mordida, Beijo e Tapa (Letra) – Naiara Azevedo




LETRA
Mordida, Beijo e Tapa – Naiara Azevedo

Quase que acaba tudo
Quase que o nosso amor escorre pelo ralo
Ah! Se eu não falo

Que a raiva tem explicação
Que ela é quase metade de um coração apaixonado
Do que sobra, um terço é ciúme
E o resto é amor que você não assume

Já que é assim
Pego minhas roupas, vou juntando os trapos
Cê me pega no braço, e aí

Eu fiz amor, não fiz a mala
Uma briguinha de nada era o que a gente precisava
Eu fiz amor, não fiz a mala
Descontei toda a nossa raiva em mordida, beijo e tapa

Eu fiz amor, não fiz a mala
Uma briguinha de nada era o que a gente precisava
Eu fiz amor, não fiz a mala
Descontei toda a nossa raiva em mordida, beijo e tapa

PUBLICIDADE

Eu fiz amor, não fiz a mala!

Quase que acaba tudo
Quase que o nosso amor escorre pelo ralo
Ah! Se eu não falo

Que a raiva tem explicação
Que ela é quase metade de um coração apaixonado
Do que sobra, um terço é ciúme
E o resto é amor que você não assume

Já que é assim
Pego minhas roupas, vou juntando os trapos
Cê me pega no braço, e aí

Eu fiz amor, não fiz a mala
Uma briguinha de nada era o que a gente precisava
Eu fiz amor, não fiz a mala
Descontei toda a nossa raiva em mordida, beijo e tapa

Eu fiz amor, não fiz a mala
Uma briguinha de nada era o que a gente precisava
Eu fiz amor, não fiz a mala
Descontei toda a nossa raiva em mordida, beijo e tapa

Eu fiz amor, não fiz a mala!

Mordida, Beijo e Tapa – Naiara Azevedo